Tag Archives: web development

Código em português

8 motivos pra programar em inglês

Vejo muitos brasileiros escrevendo código em português. Na faculdade até pode fazer um pouco de sentido por mais didático, mas vou apresentar alguns motivos pelos quais isso deve ser evitado no mundo real:

1. O motivo mais importante: inglês é o idioma internacional para código (e para documentações). Mais especificamente, o inglês americano é o padrão. Eu trabalho em uma empresa australiana e embora a Austrália siga a gramática britânica, o código que escrevemos segue a gramática americana (exemplo: “color” e não “colour”). Então se esse é o padrão mundial, por que não segui-lo?

2. Se você pretende um dia trabalhar fora do Brasil, potenciais empresas querendo te contratar vão querer ver seu código, mas não irão entender se estes estiverem em português. Então procure deixar seus repositórios no Github com código e documentação em inglês.

3. Os comandos e palavras-chave de linguagens em programação são em inglês, então mesmo que você queria escrever em português, vai acabar ficando inevitavelmente uma mistura.

4. Algumas linguagens e frameworks estão preparados para entender o inglês em termos de semântica. Exemplo: o Ruby on Rails sabe que a tabela no banco de dados para um determinado model deve ser sempre o nome do model no plural. Ou seja, ao ter um model “Person”, ele vai procurar uma tabela “people”.

5. Contribuições para projetos open-source devem ser em inglês. Eu sinceramente não conheço um projeto open-source famoso que não esteja em inglês.

6. Muitas empresas no Brasil já escrevem códigos em inglês. Então se eventualmente você começar a trabalhar em um dessas empresas, você terá que se adaptar de qualquer forma.

7. Acentos, “ç” e caracteres especiais não funcionam bem em todas as linguagens, fazendo que você tenha palavras escritas de forma incorreta se você as escrever em português.

8. Você treina e melhora seu inglês :-)

An awesome Wiki built with Ruby and Rails!

I’ve been worked on a small (but awesome) open-source project.

I’m talking about ruby_wiki – a simple wiki built with Ruby on Rails:
https://github.com/lucascaton/ruby_wiki

As I said before – it’s quite simple, although it works fine.
Anyway, would be nice to have more features in this project, so, if you’re a developer and have any interest in that, feel free to fork the project and contribute.

Some screenshots:


1


2


3


4


5


6

Meu ambiente de trabalho

O Anderson Casimiro e o Augusto Pascutti criaram um meme sobre ambientes de trabalho. As regras são simples:

1. Escreva sobre seu ambiente de trabalho – fale sobre qualquer ponto que quiser;
2. Indique de 3 à 5 pessoas para que possivelmente façam um artigo sobre seu ambiente.

Fui convidado pelo Bruno Codeman para montar minha lista!

1. OS: Ubuntu 10.10

Atualmente, a mais popular distriuição Linux. Como é baseada no Debian, herdou o apt pra gereciar os pacotes. Todo o meu hardware funciona bem e raramente o sistema fica lento ou trava. Ultimamente tem ficado até mais bonito…

2. IDE: Vim

Rápido, flexível, snippets, atalhos produtivos e ainda conta com excelentes plugins. Desenvolvo em Ruby e Ruby on Rails utilizando somente ele e sempre dá conta do recado.

3. Browser: Google Chrome

Há um ano atrás, o experimentei e este substituiu o meu querido Firefox. Com todas as extensions disponíveis hoje, quase não preciso de outro browser, embora exporadiamente use o Firefox pra usar os add-ons WebDeveloper e Firebug.

4. Versionamento: Git

Git ganhou meu respeito. O utilizo há 1 ano e meio e definitivamente me atendeu melhor que o SVN. Não dá pau e é muito eficiente. É atualmente um dos softwares que mais me orgulho de usar.

5. Linguagem de programação: Ruby

Já desenvolvi em PHP, Delphi, Java e até brinquei um pouco com .Net e Phython. Mas nada, nada me faz mais feliz que programar em Ruby. A sintaxe é limpa, o suporte à metaprogramação é ótimo, desenvolver usando BDD é muito fácil e a comunidade é fantástica.

6. Banco de Dados: PostgreSQL

Usei MySQL por muito tempo e me atendia muitíssimo bem. Mas ano passado tive que começar a trabalhar em alguns projetos que usavam PostgreSQL e seu poder me convenceu e se tornou meu database padrão.

Indicação de 5 amigos pra continuar o meme:

1. Eduardo Ramos
2. Vitor Laubé
3. Thiago Aléssio
4. Jésus Lopes
5. Eder Costa

Entendendo o desenvolvimento web

Eu criei uma coleção de textos para auxiliar iniciantes no desenvolvimento web, ser dar foco em nenhuma tecnologia específica. O objetivo dos textos é mostrar o “caminho das pedras” pra quem está migrando do desenvolvimento desktop ou mesmo pra quem nunca desenvolveu antes.

Quem quiser colaborar, o projeto está no GitHub:

http://github.com/lucascaton/understanding_the_web_development/tree/master

Fique a vontade quem quiser colaborar, criticar, dar sugestões ou tirar dúvidas.

Post atualizado!

Eu migrei o projeto do Github para um wiki que criei como subdomínio do meu site:
http://wiki.lucascaton.com.br/index.php?title=Entendendo_o_desenvolvimento_web

Continue à vontade quem quiser colaborar, criticar, dar sugestões ou tirar dúvidas.